Sou lojista

Lojas Abertas
aos Domingos

1 /3
Comparativo de carros
Você pode selecionar mais um carro
Você pode selecionar mais um carro
Você pode selecionar mais um carro

​Como trocar a bateria do seu carro em 4 passos

E mais: entenda como ela funciona, por que acaba e como prolongar a vida útil!

Quando o assunto é trocar a bateria do carro, algumas dúvidas costumam surgir –qual polo desligar primeiro ou quanto ela tem de vida útil, por exemplo. E para ajudar você a entender tudo isso, preparamos este tutorial com as principais repostas e 4 passos para você mesmo trocá-la. Vamos lá?

Como trocar bateria do carro.jpg

Como trocar a bateria do carro em 4 passos


Trocar a bateria do carro faz parte da vida de todo condutor. E você mesmo pode fazer isso, confira:

Passo 01: compre uma bateria nova compatível com seu carro


O manual do veículo traz a especificação da potência da bateria, que você também pode conferir essa informação no site da fabricante. 

É importante que a bateria nova siga os parâmetros indicados pela fábrica para que ela funcione corretamente, dure bastante e não sobrecarregue outros componentes do automóvel. Além disso, é fundamental escolher marcas certificadas pelo Inmetro

Passo 02: retire a bateria antiga começando pelo polo negativo


Agora, com o carro completamente desligado, é hora de desinstalar a bateria antiga. Você vai ver que existe uma espécie de pino metálico em cada lado da peça – eles são chamados de bornes e neles estão conectados os cabos de polo positivo e negativo, por meio de um plugue conhecido como terminal. O lado positivo tem o sinal de mais e o negativo, de menos. 

O primeiro polo que você deve desconectar é o negativo. Não é recomendado desconectar o positivo antes, porque isso pode ocasionar faíscas, curtos e até mesmo explosão. 

Depois de desconectar o negativo, aí sim, caminho está livre para retirar o positivo. Nessa ordem não há riscos. Com os cabos desconectados, retire a bateria da bandeja. 

Passo 03: coloque a bateria nova na bandeja​


Coloque a bateria nova na bandeja depois de retirar toda a embalagem que a embrulhava. Aqui vale o lembrete: bastante gente acredita que é interessante manter o pacote plástico para conservá-la novinha. É um erro.

Esse plástico fino não é preparado para aguentar o calor do motor, além de impedir que a bateria elimine os gases naturais gerados durante seu funcionamento. Isso prejudica a vida útil, então desembrulhe tudo. Combinado?  

Passo 04: instale os cabos, começando pelo positivo


Para a instalação, o caminho é inverso. Primeiro, comece pelo polo positivo. E aqui é preciso tomar o seguinte cuidado: você deve finalizar a instalação no positivo para, só então, mexer no negativo. 

Essa instalação é simples. Basta colocar o terminal – ou plugue – do cabo positivo no borne da bateria e apertá-lo o suficiente para um encaixe firme – o que garante o contato elétrico. Depois, é só fazer o mesmo no lado negativo. 

Importante: nunca bata no topo do borne para encaixar o terminal do cabo. Isso pode estragar a bateria. Abra bem o terminal para que o borne passe por dentro dele livremente e, por fim, aperte o parafuso ou baixe a trava para fixar. 

Pronto! Sua bateria nova está instalada. Com tudo conectado e no devido lugar, é só ligar o carro e dirigir.

Comprar bateria de carro.jpg Escolher bateria automotiva.jpg


Entenda como a bateria do carro funciona - e a faça durar mais!


Geralmente, mesmo quem ainda está só aprendendo a dirigir já sabe que a bateria é essencial para ligar o carro. Mas não é todo mundo que entende verdadeiramente como essa importante peça funciona – e tudo bem! Acontece que compreender um pouco mais sobre sua utilidade e funcionamento pode ajudar você a conservá-la por mais tempo. 


Principal função

O papel principal da bateria é mandar energia para o motor de arranque, que é um pequeno dispositivo elétrico responsável por acionar o motor do veículo. Ou seja: sem bateria, o motor não liga e o carro não sai do lugar.

Como funciona

Quando você dá a partida no carro, lá embaixo do capô o circuito entre motor de arranque e bateria é fechado. 

A partir desse momento, a bateria fica em repouso. Em outras palavras, depois de cumprir sua tarefa e enquanto o carro estiver ligado, ela não é usada para alimentar outros sistemas. A missão fica para o alternador que, inclusive, recarrega a bateria

Com o automóvel desligado, a bateria volta em cena se você utilizar alguma função elétrica. São papéis secundários da peça, mas que quebram um galho no quesito conforto – quando estamos no carro esperando por alguém e decidimos ligar o rádio ou abrir o vidro, por exemplo. 

Atenção aos detalhes

A função da bateria é extremamente simples, importante e indispensável: ligar o carro. Sem bateria, sem movimento! 

Ouvir música, acender as luzes e outras utilidades elétricas são pequenas tarefas que a bateria realiza quando o carro está desligado. Mas, não é o papel principal dela. 

Por isso, esquecer o farol aceso durante a noite toda ou passar muitas horas com o rádio funcionado sem o motor ligado, por exemplo, pode acabar com a carga e colaborar para a redução de sua vida útil. 

O que fazer quando a carga acaba

Na maioria dos casos o problema é resolvido com o procedimento de assistência (popularmente conhecido como chupeta). Um par de cabos conectados a uma bateria carregada liga o motor do veículo. Com o motor trabalhando, o alternador carrega a bateria que estava descarregada

No entanto, se ela não carregar com a assistência, já sabe né? Acabou de verdade e deve ser substituída. 


Por que a bateria tem vida útil e precisa ser trocada?


Porque a bateria funciona por meio de componentes químicos que vão se desgastando conforme são utilizados. Para entender melhor como isso acontece, podemos comparar seu funcionamento com o de um fósforo.

  1. Para que haja fogo, é preciso que exista a madeira do palito, certo? A medida que essa reação química – o fogo – acontece, os componentes necessários para que a chama exista vão se desgastando. No caso da nossa comparação, seria a madeira do palito e o próprio ar.
  2. Enquanto a madeira queima, aos poucos vai perdendo suas características iniciais. Vai virando cinza, deixa de existir como madeira.  E quando acaba a madeira, acaba a reação – o fogo apaga. 
  3. Com a bateria automotiva é o mesmo raciocínio: os elementos que estão dentro dela reagem quimicamente para gerar energia. À medida que reagem, se desgastam. E num determinado momento, de tanto desgaste, perdem suas características iniciais – logo, sua função. 

Assim como a madeira do palito de fósforo se transformou em cinza e não pode mais gerar fogo, os componentes da bateria se transformam em outra coisa e não conseguem mais gerar energia. 

E chega a hora de trocar!

vida útil da bateria do carro.jpg


Qual a vida útil da bateria do carro


De acordo com especialistas automotivos, a média de vida útil de uma bateria é de 2 a 3 anos. É comum também que carros novos e seminovos modernos venham com baterias mais eficientes de fábrica.


Como prolongar a vida útil da bateria do carro


Cuidados simples podem ajudar a prolongar a vida útil da bateria do carro.

Evite deixar o automóvel parado por muito tempo – o ideal é que pelo menos uma vez por semana ele rode alguns quilômetros;
Evite utilizar a parte elétrica do carro durante muitas horas seguidas, se ele estiver desligado;
Ao instalar uma bateria nova, atente para os procedimentos corretos que comentamos aqui no começo do texto;
Desligue os faróis ou o acendimento automático antes de dar a partida para puxar menos carga da bateria.

Como saber se a vida útil da bateria acabou 


O principal sinal de que a vida útil da bateria está chegando ao fim é quando a partida do carro não funciona como deveria – você percebe que o som e a velocidade do motor de arranque, depois de girar a chave, estão mais lentos. 

E pior que isso, é quando o carro nem liga e você precisa usar o procedimento de assistência frequentemente. 

Mas para ter certeza de que a vida útil da bateria está mesmo se esgotando, você pode recorrer a duas alternativas. 

A primeira, é consultar o próprio visor de diagnóstico da peça, um dispositivo na bateria que alerta para a necessidade de substituição. 

A segunda, é ir até uma loja de autopeças ou oficina mecânica e pedir o diagnóstico da bateria – o profissional usa um aparelho que faz a análise e imprime um pequeno relatório alertando para a necessidade ou não de troca. 


Como verificar a bateria de um carro seminovo antes de comprar


Geralmente, você pode pedir as informações sobre a bateria e outros componentes do veículo para o próprio vendedor. Portanto, a principal dica para comprar um seminovo com a bateria em boas condições de uso, é escolher uma loja de confiança – como a Localiza Seminovos. 

Isso, porque além da garantia de procedência da marca Localiza, nossos seminovos passam por rigorosas revisões e estão sempre em dia na manutenção preventiva