Sou lojista
1 /3
Comparativo de carros
Você pode selecionar mais um carro
Você pode selecionar mais um carro
Você pode selecionar mais um carro

​​​Como calcular a depreciação de um veículo

​Um dos principais atributos levados em consideração na hora de comprar um carro é o valor de revenda, afinal, ninguém quer perder dinheiro. Por isso, para fazer um bom neg​ócio, é importante calcular, também, a depreciação do veículo. Confira nossas dicas e aprenda a fazer esse cálculo!​

como calcular a depreciacao de um carro 0km e seminovo

​O que é a depreciação de um veículo

Um veículo é considerado um bem patrimonial de uso contínuo, assim como maquinário e aparelhos eletrônicos. Consequentemente, o mercado considera a expectativa de vida útil do objeto e determina até quando ele funcionará perfeitamente. E isso leva à depreciação do veículo, já que são descontados, todos os anos, os desgastes naturais de uso e, ainda, perda de valor por conta dos concorrentes mais modernos. 

Para entender como funciona a depreciação de um veículo, é preciso considerar também, um ponto muito importante: ela varia em função da demanda e da oferta. Ou seja, um modelo mais procurado e com fácil revenda, como o Onix e Uno, sofre menos desvalorização do que carros mais luxuosos ou de montadoras menos tradicionais no mercado.

Critérios que influenciam na desvalorização de um veículo


Além da Tabela FIPE, que indica mensalmente o preço médio de carros, motos e caminhões, outros fatores são considerados no valor de revenda de um veículo:

Ano de fabricação e ano modelo: a idade do carro tem forte influência na desvalorização. Quanto mais velho, menor o seu valor. Pode parecer óbvio, mas não custa reforçar;

Quilometragem: a conta é fácil. Quanto mais quilômetros o carro tiver rodado, maior será sua desvalorização, já que isso gera mais desgastes no motor, por exemplo. Também é legal saber que, em média, um carro roda aproximadamente 15 mil km por ano, segundo estudo da CETESB;

Conservação do veículo: um carro sem amassados e/ou sem muitos riscos consegue um melhor valor na revenda. Um veículo bem conservado indica que ele não sofreu acidentes graves;
 
Alterações no carro: carros tunados ou com cores chamativas, com certeza, sofrerão uma maior depreciação do que um veículo que não foi personalizado. A dica é: pense duas vezes antes de instalar algum acessório extravagante ou de gosto muito pessoal.​​
​​Homem avaliando a desvalorização de um veículo

Como calcular a depreciação de um veículo


Existe uma conta facil e prática, que ajuda a ter uma noção de quanto um carro perderá de valor em 5 anos (que é uma estimativa de vida útil do automóvel)​. Confira:

Divida o valor do carro zero km (exemplo: R$35.000) pelo tempo de uso. Supondo que foi utilizado por 5 anos, dividimos por 5, para saber o valor anual de depreciação (R$35.000 / 5 = R$7.000); ​

Divida esse valor (R$7.000) por 12, que é o número de meses do ano; ​

​O valor obtido (R$583,33) representa o quanto o carro vai desvalorizar a cada mês. Ou seja, depois de sair da concessionária, você pode considerar que, a cada mês, o carro em questão depreciará aproximadamente R$580. A conta é fácil, não é? ​

Importante! Essas estimativas e valores citados são apenas referências e não podem ser usados como regra,​​​​ pois​ dependendo do uso e até mesmo do veículo, a desvalorização pode ser menor ou maior.

Diferença da desvalorização entre o carro zero km e seminovo


Ao sair da concessionária, o zero km perde até 20% do valor. Os 3 primeiros anos de um veículo são o período em que um carro mais desvaloriza e, a partir do quarto ano, a taxa de depreciação segue bem menor. Comprando um seminovo​, você adquire um carro com cara de zero, sem ser fortemente impactado com a depreciação inicial. Está esperando o que para comprar o seu aqui na Localiza Seminovos​