Sou lojista

Lojas Abertas
aos Domingos

1 /3
Comparativo de carros
Você pode selecionar mais um carro
Você pode selecionar mais um carro
Você pode selecionar mais um carro

​​Como fazer rodízio de pneus

Aumentar a durabilidade com segurança é possível pelo revezamento. Veja como fazer

O rodízio de pneus é uma prática bastante conhecida e até recomendada pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP) para prolongar a durabilidade. Mas o que muita gente não sabe, é que existem formas adequadas e opções diferentes de revezamento. 

Confira!

rodízio de pneus.jpgrevezamento de pneus.jpg

Por que fazer rodízio de pneus


Fazer o rodízio de pneus é importante porque mantém a conservação homogênea, aumentando a durabilidade do conjunto e colaborando com a suspensão e dirigibilidade do carro. 

Ocorre que pneus localizados no eixo responsável pela tração se desgastam mais. Ou seja, um carro com tração traseira terá maior desgaste nos pneus traseiros do que dianteiros. Portanto, de tempos em tempos é recomendável revezar. 


Quando fazer o rodízio de pneus


O prazo para fazer o rodízio de pneus pode variar. Em algumas marcas, o próprio manual da montadora traz a recomendação. Nos carros de passeio, a ANIP recomenda a mudança a cada cinco mil quilômetros para pneus diagonais, e a cada 8 mil quilômetros rodados para pneus radiais. 

Já a fabricante de pneus Pirelli, por exemplo, explica que pesquisas do setor recomendam o rodízio a cada 10 mil quilômetros, em média. Enquanto isso, a marca Continental aponta que o rodízio deve ser feito entre 5 a 10 mil quilômetros, aproximadamente. 

E também existem os adeptos ao rodízio simples, que envolve a compra de dois pneus novos para colocar no eixo traseiro. Nesse tipo de revezamento, não importa se a tração é traseira ou dianteira – o melhor fica atrás e o par menos desgastado do conjunto anterior fica na frente. 

como fazer rodizio de pneus.jpg

Como fazer o rodízio de pneus


Basicamente, existem dois tipos de revezamento. Como apontamos no item anterior, há o revezamento do conjunto todo e há o revezamento simples, que sempre deixa os mais novos no eixo traseiro.  Veja como fazer: 

• Revezamento do conjunto: rodízio de pneus tração dianteira


O recomendado é passar os pneus da frente para trás. Os de trás vão para a frente, mas com o lado trocado – o que estava no direito vai para o esquerdo e vice-versa. 

• Revezamento do conjunto:  rodízio de pneus tração traseira 


Aqui, recomenda-se que os pneus de trás sejam colocados na frente. Os da frente vão para trás trocando de lado também. 

• Revezamento do conjunto: pneus unidirecionais


Para esses pneus, o rodízio é só de trás para frente ou vice-versa, permanecendo sempre do mesmo lado e conservando a direção recomendada na borracha.

• Rodízio simples


Nesse caso, pneus novos ou melhores vão no eixo traseiro, independente da tração.


Segurança em primeiro lugar


É importante reforçar que o rodízio dos pneus é útil apenas enquanto o conjunto todo estiver em condições adequadas. Pneus desgastados não podem entrar no revezamento. 



Cuidados extras para a durabilidade


Além do rodízio do conjunto ou rodízio simples, especialistas recomendam que os pneus sejam calibrados quinzenalmente. Outro ponto importante é manter adequados balanceamento e alinhamento do carro, para que o desgaste na superfície de cada pneu também seja regular.


Curtiu o tutorial? Veja mais dicas automobilísticas, de segurança e novidades no site da Localiza Seminovos!

Está a procura de um carro seminovo de qualidade?